Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

Boletim do Comitê Popular Cristal da Copa2014

INFORMATIVO DO COMITÊ POPULAR CRISTAL 2014 - PORTO ALEGRE - Nº 3 - Setembro 2011



Marcha em Defersa da Moradia

Lei Geral da Copa: vale tudo para a Fifa?

Por Raquel Rolnik:

Sob forte chantagem da Fifa, que ameaça cancelar a realização da Copa do Mundo no Brasil caso o país não aceite todas as suas exigências, o Congresso Nacional começa a discutir a Lei Geral da Copa, criação de verdadeiro regime especial, paralelo e sobreposto à legislação em vigor no país.

A lei trata de exclusividades e privilégios de que a Fifa deve gozar – desde o estabelecimento do preço dos ingressos, vistos de entrada no país para competidores e espectadores, exclusividade no marketing e na transmissão dos eventos e até a tipificação de novos crimes e novas varas para julgá-los.

Em suma, para poder sediar a Copa entre “o vigésimo dia anterior à realização da primeira partida e o quinto dia após a realização da última partida”, ou seja, por quase dois meses, passamos a ser geridos pelas leis da Fifa, entidade privada, com um currículo nada marcado por valores como lisura, ética, democracia ou respeito aos direitos humanos.

De acordo com estas leis, por …

Porto Alegre se mobiliza

Calendário de mobilizações que acontecerão entre 29/09 à 05/10

29/09 - Ocupação do INCRA regional - Quilombolas do Rio Grande do Sul
Hora: 09 horas


29/09Audiência Pública PISA (Moradores das comunidades do Arroio Cavalhada)
Local: Associação Amigos do Cristal.
Rua Curupaiti, 925 - Cristal - Porto Alegre
Hora:19:00h


01/10Marcha em Defesa da Moradia – Comunidades atingidas pelas obras da Av. Tronco e do Programa Integrado Socioambiental-PISA (Comitê Popular da Copa Porto Alegre)
Local: Posto Falcão.Esquina Av. Chuí com Av. Icaraí
Bairro Cristal


03/10 - Marcha Estadual pela Reforma Urbana - Concentração a partir da 05:00 horas na esquina da Farrapos com a Barros Cassal.


Toda terça-feira das 18:00h às 21:00h – “Largo Vivo: a cidade para as pessoas!” (Massa Crítica – Porto Alegre)

Que reste-t-il de l’expérience pionnière de Porto Alegre ?

Par Simon Langelier (pour Le Monde Diplomatique):

Emblématique du potentiel démocratique des collectivités locales, le budget participatif de Porto Alegre a ouvert la voie à des expériences sociales et politiques jusque-là inédites dans le monde. S’il a montré qu’une autre répartition des pouvoirs entre citoyens et institutions était viable, il doit désormais affronter le risque de la récupération. Il y a un peu plus de vingt ans, en 1989, Porto Alegre inaugurait son budget participatif ou orçamento participativo (OP). Cette initiative allait inspirer les altermondialistes, réunis dans la capitale de l’Etat brésilien du Rio Grande do Sul lors du premier Forum social mondial (FSM), en 2001. Engagés dans la lutte contre le néolibéralisme, ces derniers estimaient qu’une telle conception de la démocratie permettrait de redéfinir le rôle politique et social des citoyens : peu à peu, le budget participatif allait faire école dans le monde. Pour tirer le bilan de cette expérience, il faut remo…

A resposta dos ciclistas ao Sr. Secretário da Indústria e Comércio de Porto Alegre

Do Sul 21:

Em protesto contra uma declaração do secretário da Indústria e Comércio de Porto Alegre, Valter Nagelstein, que afirmou que o estacionamento para automóveis leva um “público mais qualificado” ao Mercado Público, ciclistas realizaram uma “farofada” de pessoas “desqualificadas” nesta segunda-feira (26), no Largo Glênio Peres.

Confira as imagens do repórter fotográfico Ramiro Furquim.

Manifestação aconteceu no final da tarde desta segunda-feira, no centro de Porto Alegre | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Manifestação protestou contra estacionamento no Largo Glênio Peres, em frente ao Mercado Público de Porto Alegre | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Polícia Militar acompanhou a manifestação, mas não foram registrados incidentes | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Ciclistas criticam políticas voltadas para os automóveis, como a construção de estacionamentos subterrâneos na cidade | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Protesto foi motivado por declaração do secretário da Indústria e Comércio, que di…

Campanha “Cidades de Classe Mundial” - StreetNet

Fonte: Observatório das Metrópoles

A Campanha “Cidades de Classe Mundial” (WCCA) foi lançada em 2007 pela StreetNet Internacional e outras organizações de pobres urbanos, incluindo moradores de favelas, migrantes e comunidades de refugiados, grupos de crianças de rua e profissionais do sexo, antes da Copa do Mundo na África do Sul. Seu objetivo é expor as políticas de remoções forçadas ou despejos realizados a fim de embelezar as cidades antes de megaeventos esportivos e para ajudar a criar uma maior consciência mundial sobre a necessidade de repensar o planejamento urbano e serviços, de modo a apoiar ativamente as necessidades e interesses dos trabalhadores informais da economia.
StreetNet é uma federação internacional de organizações de comerciantes informais com membros em 40 países no mundo. A iniciativa visa promover os direitos dos comerciantes informais a terem condições dignas de trabalho e de realizar lobby acerca de políticas urbanas e regulamentações, inclusivas e participati…

Plano de Relocalização - Projeto Integrado Socioambiental (PISA)

Clique no link para ver o Plano de Relocalização das famílias atingidas pelas obras do Projeto Integrado Socioambiental - Porto Alegre.  
Reposição física de moradia através da Concessão do Direito Real de USO- CDRU do terreno e respectiva unidade habitacional construída em Conjuntos Habitacionais.  
Número de unidades: 1.650 unidades habitacionais
Leia trecho do Plano: 
"A relocalização para Conjuntos Habitacionais constitui mecanismo  consagrado da prática de atendimento do DEMHAB às demandas qualitativas e quantitativas de habitação de interesse social, possuindo o Departamento significativa experiência sobre o assunto (...).
A relocalização poderá ocorrer de duas maneiras: (i) em núcleos construídos em áreas ocupadas:  
Reassentamentos das famílias nas mesmas áreas atualmente ocupadas,  reassentamentos coletivos ou individuais em áreas novas (indenização assistida). 
Áreas Ocupadas: Processo pelo qual se retira todas as famílias da área determinada para intervenção colocando-as em c…

Copa 2014: Contagem repressiva

Fonte: Terra de DireitosPor Thiago A. P. Hoshino Não se fala em outra coisa: faltam mil dias para o início da Copa do Mundo no Brasil. Hoje [16-9-2011], comenta-se, é uma sexta-feira de ufanismo. O que não se comenta são os 1,4 milhões de empregos que faltam no país. Faltam também 5,8 milhões de casas para suprir nosso alarmante déficit habitacional. Além dos mil dias para a Copa, faltam milhares de leitos nos hospitais públicos e vagas em todos os níveis da rede de ensino. E em pelo menos 10% dos domicílios brasileiros, falta até mesmo água encanada. Embora aparentemente desconexas, cada uma dessas três problemáticas sócio-ambientais está intimamente relacionada à recepção deste e de outros mega-eventos esportivos e descortina um padrão de violação de direitos nas 12 cidades-sede dos jogos. A experiência das edições anteriores demonstra isso e, no caso brasileiro, o que não falta são provas desses impactos: a superexploração dos trabalhadores da construção civil, submetidos a condições…